ico-home HOME    ico-agenda AGENDA    ico-noticias NOTÍCIAS

logo

Taxa Segurança Alimentar: Multa é para avançar

O Governo admite avançar com multas sobre as empresas que não pagarem a nova taxa de segurança alimentar. Nuno Vieira e Brito confirma o problema, mas explica que o Governo continua a dialogar com a APED. Se nada mudar, avançam as multas.

Esta taxa devia ter sido paga até Fevereiro, mas são poucas as empresas que entregaram o dinheiro ao Estado. Em entrevista à TSF, o Secretário de Estado da Alimentação confirma que são muito poucas as empresas que pagaram a nova taxa de segurança alimentar, confirmando a informação avançada esta semana pelo presidente da APED (Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição), Luís Reis.

A maioria das empresas de distribuição contesta o pagamento e a receita está muito longe dos 17 a 18 milhões de euros previstos para 2012 e 2013, avança a TSF.

Nuno Vieira e Brito confirma o problema, mas explica que o Governo continua a dialogar com a APED. Se nada mudar, avançam as multas.

«De facto, o número de empresas que têm pago a taxa de segurança alimentar é bastante inferior em relação ao que pretendemos. Estamos convictos de que essas concessões irão a chegar a bom termo, caso não cheguem teremos que fazer todos os procedimentos que estão inerentes ao não cumprimento de uma taxa», explicou Secretário de Estado da Alimentação, citado pela rádio.

shutterstock 92894512 hiper