ico-home HOME    ico-agenda AGENDA    ico-noticias NOTÍCIAS

logo

O que pescar no Atlântico? Bruxelas apresenta proposta para 2014

Montantes vão ser negociados e modificados pelos ministros das pescas dos 28, em reuniões agendadas para a segunda quinzena de Dezembro. 

A Comissão Europeia divulgou  as propostas de quotas de pesca para 2014, com a captura de algumas espécies a ser objecto de reduções radicais e a de outras a beneficiar de aumentos importantes. Do lado dos cortes, os mais significativos são os previstos para a arinca, na ordem dos 75%, seguida do bacalhau, com uma diminuição de 33% em relação a 2013.

A quota de pesca das raias desce 20% e a do lagostim diminui 10%. No entanto, outras espécies procuradas pela frota nacional ao longo da costa vêem as respectivas percentagens aumentar, contrariando a tendência de anos anteriores. É o caso do areeiro, que aumenta 86%, do carapau, que sobe 17% e da pescada, com mais 15%, enquanto as possibilidades de pesca do tamboril crescem 6%. No próximo ano quotas para espécies como o linguado, solha, juliana, escamudo e biqueirão permanecem idênticas às aplicadas em 2013, enquanto os montantes para a captura de carapau na Madeira e nos Açores serão definidos pelas autoridades nacionais. Como é habitual, estes montantes vão ser negociados e modificados pelos ministros das pescas dos 28, em reuniões agendadas para a segunda quinzena de Dezembro.

Fonte: Renascença

shutterstock 107204702