ico-home HOME    ico-agenda AGENDA    ico-noticias NOTÍCIAS

logo

10 tendências alimentares para 2015

Conheça as tendências alimentares que vão marcar 2015, segundo uma análise da consultora Innova.
 
1) Etiquetas limpas
Os alimentos orgânicos, naturais, sem conservantes vão continuar a ganhar força. Selos, certificações e acreditações serão impressos nas áreas nobres do packaging para divulgar com transparência os atributos dos alimentos.
 
2) Alimentação cómoda
Os consumidores vão valorizar cada vez mais formas fáceis e rápidas de prepararem refeições, embora não estejam dispostos a sacrificar o sabor e a qualidade.
 
3) Inovar para os “Millennials”
Os jovens entre os 15 e os 35 anos, denominados de geração “Millennials”, são um grupo de consumo cada vez mais interessado na prática de uma alimentação saudável, em conhecer o que está por detrás das marcas e estão dispostos a experimentar novos produtos independentemente da marca que exibam. Mais informados e conectados, estes consumidores estão sobretudo abertos a novas experiências.
 
4) Snacks
Cada vez mais uma categoria muito apetecida para a inovação, os snacks com verduras e frutas que não perdem as suas propriedades nutritivas e são fáceis de transportar estão cada vez mais na moda. Há snacks para todas as horas do dia e alguns ambicionam mesmo substituir as sobremesas depois das refeições.
 
5) Açúcar e gorduras ‘bons’
Apesar de o açúcar e a gordura serem receados pelos consumidores pelos efeitos nocivos na saúde, há uma tendência, embora tratada com cautela, para admitir que estes produtos tem também aportes positivos para a saúde, desde de que nas devidas quantidades. O açúcar por exemplo tem vindo a ganhar protagonismo face ao desprestígio dos adoçantes artificais.
 
6) Proteína para todos os gostos
Surgem novas fontes de proteína, com o crescimento do consumo de algas, insectos e alguns “superalimentos”, como a chia e a quinoa. As proteínas animais vão ser cada vez menos procuradas, tendência que vai ao encontro de movimentos de protecção dos animais que vão surgindo um pouco por todo o lado.
 
7) Inovações à base de fruta
As frutas tem dado lugar a numerosas inovações, desde as mais comuns às mais exóticas, em produtos que consumimos em diferentes partes do dia, frutas em snacks, em sumos, iogurtes, entre outros.
 
8) Alimentos congelados
Os alimentos congelados conservam muito bem as propriedades nutricionais. Apesar de não terem tanta fama como a comida fresca reclamam muitas vantagens, que podem ser exploradas pelos seus criadores. São alimentos com potencial graças à “ultra-conveniencia” que oferecem.
 
9) Marca da distribuição
As marcas de distribuição são cada vez mais valorizadas e já não são conotadas como produtos simples, de baixa qualidade, dotadas de um packaging pouco apelativo.
 
10) Textura “crunch”
Os alimentos inovam em sabores e ingredientes mas a textura não é algo indiferente para os consumidores. Encontrar esse ponto de equilíbrio entre suavidade e solidez, é importante para criar novas experiências para o consumidor.
 
FONTE: Revista Hipersuper
 
shutterstock 120604477